Acadêmicos de Medicina da Facimed fazem visita a idosos da Casa de Acolhida São Camilo

Acadêmicos de Medicina da Facimed fazem visita a idosos da Casa de Acolhida São Camilo

Os estudantes entregaram doações e tiveram momentos de interação e muita diversão

A Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed) oferece o curso de Medicina há mais de 10 anos, além de uma estrutura completa com laboratórios bem equipados a instituição também tem a missão de formar Médicos que ofereçam uma relação mais próxima e humana com os pacientes. Dentro da disciplina de Interação Comunitária ministrada pela Professora e Enfermeira Mariana Lima, os estudantes tiveram a oportunidade de visitar a Casa de Acolhida São Camilo, que abriga idosos de forma gratuita.  “Ao trazermos o estudante para este cenário, ele começa a ter uma visão mais abrangente e diferenciada. Assim, poderá conduzir na sua vida profissional e acadêmica uma forma mais humanizada, de acordo com a realidade de cada família e daquela população em que eles estão inseridos e que vão trabalhar. Não focados apenas na doença e sim no cuidado centrado na pessoa”, destacou Mariana.

 A Casa de Acolhida São Camilo é uma instituição que se mantém de doações da sociedade civil. Segundo a assistente social, a dedicação e visitas dos acadêmicos à instituição é muito importante. "Quando são visitados, eles se sentem mais animados, felizes e recebem a visita como se fosse um parente que os tivesse visitando", pontuou Maria Ivaneide do Nascimento Pinheiro.

Durante a visita, os acadêmicos do 1º período entregaram doações que instituição precisava e tiveram momentos de interação e muita diversão com os idosos por meio de música, jogos de raciocínio e muita conversa.  “Achei muito interessante essa visita, mesmo não podendo realizar nenhum procedimento, já que estamos no 1 período ainda, pudemos ver na prática a questão humanitária que sempre é lembrada nas aulas, vejo que isso é fundamental para nossa formação”, contou Zenilton Rodrigues Costa Júnior.

A acadêmica Myrelle Almeida Soares, destacou a importância de conhecer e saber sobre a administração de um abrigo. “Me fez enxergar de uma maneira diferentes as Casas que acolhem essas pessoas, e o quão eles são importantes para que essas pessoas possam ter a vontade de viver dia após dia, não desistindo dos seus sonhos por mais que apreçam dificuldades a sua volta. No mais, pude perceber como a parte administrativa é organizada e o funcionamento de lá. Como acadêmica, irá somar e somou muito no decorrer da minha formação”, afirmou.