Facimed realiza Jornada de Medicina com a presença do médico Celmo Celeno Porto

Aconteceu entre os dias 16 a 18 de Outubro na Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed), a Jornada de medicina. Na abertura do evento o médico cardiologista e professor emérito do curso de medicina da Universidade Federal de Goiás, Celmo Celeno Porto, abriu o ciclo de palestras com o tema: O que é diferente na Semiologia do idoso.  “Nós já somos um dos países com maior índices de idosos no mundo e cada vez vem aumentando, só que os idosos ainda não ocupam um lugar importante na medicina, na sociedade, na política, na economia, mas eles constituem hoje 20 milhões de brasileiro. O tema tem uma base clara, nunca vai existir geriatras suficientes para todos os idosos, nem no Brasil e em nenhum lugar do mundo, o número de geriatras não acompanham a população. O meu fundamento é que todo os médicos aprendam a cuidar de idosos, até os pediatras já que quem leva hoje as crianças aos consultórios são os avós. Os currículos e os cursos de medicina ainda não se deram conta disso, continuam ainda com a grade curricular antiga sem um foco especial para essa parte da população”, explicou o médico que possui 6 livros publicados.

Para o acadêmico de medicina e presidente do CAAMIR (Centro Acadêmico Alex Miranda Rodrigues), a jornada trouxe para os estudantes temas importantes entre palestras e minicursos. “Nós procuramos abordar temas importantes para o médico, como ressuscitação, feridas, o que tem de novo em curativos. Nos minicursos uma médica e uma psicóloga trabalharam juntas para explicar a questão ética, como está a relação do médico com o paciente e seus familiares”, destacou Thomas Piacsek.

A Fhemeron (Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Rondônia) esteve presente no evento para que os participantes da jornada pudessem se fidelizar.