Egressa da Facimed é Enfermeira no maior hospital da América Latina em atendimento ao SUS

Egressa da Facimed é Enfermeira no maior hospital da América Latina em atendimento ao SUS

Hoje, ela é responsável pelo Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante

Cyntia Soares, se formou na Faculdade de Ciências Biomédicas de Cacoal (Facimed) em 2016, sempre em busca de mais conhecimento a egressa do curso de Enfermagem foi umas das fundadoras da Liga Acadêmica de Enfermagem em Cardiologia (LAEC).  Na graduação, foi uma daquelas estudantes que sempre queria mais, ir além daquilo que estava vivendo atualmente, desde o início dos primeiros semestres os planos de trabalhar e seguir carreia no sul do país já se tornavam meta na vida dela.

Logo que conquistou o tão sonhado canudo, Cyntia partiu em busca de novos desafios, desta vez no estado vizinho na capital Cuiabá-MT. “ Na cidade trabalhei como Enfermeira supervisora em uma cooperativa de home care, que são os cuidados oferecidos na própria casa do paciente. Foi um período muito bom, que contribuiu muito para minha maturidade profissional. Nesta época já tinha no currículo a minha especialização em UTI adulto e pediátrica que fiz na Facimed”, disse.

Em fevereiro do ano passado Cyntia se mudou para Curitiba, com o mesmo objetivo, de estudar mais e buscar novas oportunidades, foi nesse período que ela conquistou uma vaga para trabalhar no tradicional Hospital Rocio, o maior da América Latina em atendimento ao SUS (Sistema Único de Saúde). O hospital possui capacidade para realizar 4.000 atendimentos ao mês, com enfoque em alta e média complexidade. “Minha contratação foi por meio de uma prova teórica, atingi uma nota favorável para ser aprovada. Hoje exerço a função de Enfermeira da CIHDOTT (Comissão Intra- Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante) sou responsável pelo setor e por fazer visitas diariamente a 350 leitos de UTI, temos uma equipe para captação de órgãos e transplantes, tornando assim mais uma vez referência, somos uma equipe de 2 Enfermeiras até o momento, 1 Médico e 1 Psicóloga e atuamos diariamente nas buscas. Neste ano será aberta mais uma UTI e transplante de coração”, explicou.

Além de trabalhar no hospital, Cyntia hoje também atua como professora no curso para técnicos de Enfermagem em estágio prático na disciplina de clínica médica. “Me sinto muito feliz e grata por todo o ensinamento que tive em minha graduação, pois a base que tive na Facimed neste período, fez com que eu conseguisse realizar meus objetivos, trabalhar em um hospital de grande porte, referência em atendimento e poder ter a oportunidade de trabalhar como docente e passar para outros profissionais um pouco do conhecimento que adquiri até aqui”, destacou a Enfermeira.